Libre do BPA

O que é Bisfenol A (BPA)?

O Bisfenol-A (BPA) é uma substância química usada para a fabricação de POLICARBONATO, que é um tipo de plástico rígido transparente ao que, nos últimos anos, se atribuíram efeitos tóxicos que poderiam interferir em certos processos hormonais dos humanos.


O BPA pode ser encontrado em:

  • - Mamadeiras
  • - Baixela (pratos, xícaras, copos)
  • - Cascos retornáveis de bebidas
  • - Recipientes (herméticos, vasilhas, bandejas)
  • - Brinquedos

Quando estes objetos são aquecidos em determinadas condições, há o risco de que pequenas quantidades de BPA possam passar para os alimentos e bebidas e ser ingeridas.

Desde 2002, o organismo que zela pela segurança dos alimentos na União Europeia, EFSA, vem investigando minuciosamente o BPA. Em 2006, estabeleceu-se um limite máximo tolerável de ingestão de 0,05 mg/kg diários, o qual ainda se mantém vigente.

A partir da última avaliação dos estudos realizada em setembro de 2010, considerou-se que:



  • - Os efeitos tóxicos podem ter um impacto maior nas crianças em desenvolvimento
  • - A população mais exposta ao BPA está formada por lactentes entre 6 e 3 meses alimentados com mamadeiras de policarbonato.
  • - Deficiências em alguns dos estudos não permitiram transferir as conclusões para a saúde humana.
  • - Existem no mercado outros materiais plásticos que não contêm Bisfenol-A.

Com base nestas informações, em março de 2011 proíbe-se na União Europeia o uso de BPA em mamadeiras, o que significa que mamadeiras de policarbonato não podem ser fabricadas, comercializadas nem importadas nos países membros.

Esta resolução foi tomada de acordo com o princípio de precaução para as situações nas que há incerteza científica, embora o risco para a saúde humana ainda não tinha ficado plenamente demonstrado.
Seguindo a União Europeia, as mesmas precauções com respeito ao BPA foram tomadas na maioria dos países da nossa região. No nosso país, o MSP anunciou no ano 2012 que proibiria a importação de mamadeiras com BPA.
A Sociedade Uruguaia de Pediatria considera pertinente a proibição temporária do uso do BPA na fabricação de mamadeiras enquanto o acompanhamento dos estudos que permitam esclarecer este assunto continuar, e recomenda comprar mamadeiras sem BPA.

Atualmente está sendo realizado um estudo internacional que avalia o impacto do BPA na saúde humana e calcula-se que terminará no ano 2014.

IMPORTANTE LEVAR EM CONTA NA COMPRA DE ARTIGOS PLÁSTICOS

  • Consultar o tipo de material plástico usado para a fabricação dos produtos que se pretende comprar. Evitar produtos que contenham o material plástico denominado policarbonato. Segundo a procedência, alguns podem estar identificados na base com um triângulo e um número 7 em seu interior.

  • Os tipos de plástico especificados a seguir NÃO USAM BISFENOL-A em sua fabricação
    • - PET (polietileno tereftalato)
    • - HDPE (polietileno de alta densidade)
    • - LDPE (polietileno de baixa densidade)
    • - PP (polipropileno)
    • - PS (poliestireno)

 

  • Se não souber se um produto contém ou não Bisfenol-A, não ferva líquidos dentro dele no microondas nem no aquecedor de mamadeiras. Pela mesma razão, não convém colocar líquidos muito quentes nos recipientes fabricados com policarbonato.


  • Procure o logo que identifica os produtos isentos de BPA: imagem.

Todos os produtos COVEY® são fabricados com matéria-prima virgem isenta de Bisfenol-A (BPA)



Fontes:

  1. 1- Agencia Española de Seguridad Alimentaria y Nutrición
  2. 2- Autoridad Europea de Seguridad Alimentaria
  3. 3- Administración Nacional de Medicamentos , Alimentos y Tecnología Médica de Argentina
  4. 4- Ministerio de Salud Pública de Uruguay
  5. 5- Sociedad Uruguaya de Pediatría